BH DICAS

SURTADA.real na quarentena em Belo Horizonte

  • por em 7 de julho de 2020

Reflexões de uma quarentener que está há mais de 100 dias sem sair de casa.

São mais de 100 dias em casa.

Em meio às preocupações com a saúde, com as contas, com o que vai ser do nosso futuro e bem surtada com essa angústia de como vamos conseguir passar por tudo isso, busco forças nas pessoas, nas palavras, na cidade. Nas lembranças. *Psicanálise também ajuda.

Foi então que hoje, quando vi essa foto, fiquei pensando nisso tudo. E mesmo não estando lá, o sentimento veio. Aquela sensação de que vai dar tudo certo, ainda que a gente não faça a menor ideia de como. Torcendo muito pra passar logo.

Tenho consciência do meu privilégio e diariamente me sinto agradecida por ter onde morar, por estar com saúde e ter um trabalho. Ao mesmo tempo, pensar em como outras pessoas mais vulneráveis estão e assistindo aos noticiários, vivenciando o rumo do nosso País, fico desmotivada.

Essa foto foi tirada na frente da Escola Guignard, pelo Hugo (meu marido) que precisou sair pra trabalhar. Um lugar especial pra mim. Pra gente. Frequentava demais pra ver a vista da cidade, passava horas ali conversando com ele, fazendo planos e imaginando como eu queria viver. Chegamos até a sonhar em casar nesse pátio, olhei, mas na época não dava.

Como tá por aí??? Me conta.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Categorias:
UAI ?!