Fica a dica

Aleijadinho, a arte revelada: o legado de um restauro

A Casa Fiat vai reabrir ao público com apresentação do processo de restauração de obras de Aleijadinho. Eu fui conferir e adorei. Sempre tive curiosidade sobre como é o trabalho de restauração e tive uma aula, tanto de como funciona o trabalho, quanto das obras importantíssimas para Minas Gerais. Você sabia que as obras passam por raio x, infravermelho, fotos cênicas com fluorescência ultravioleta??? Vai amar descobrir.

A iniciativa inédita, está no cuidadoso restauro de três obras de Aleijadinho (1738-1814), guardadas sob as montanhas de Minas Gerais: as imagens de Sant’Ana Mestra, de São Joaquim e de São Manuel. Será possível conhecer os bastidores do ateliê e vislumbrar detalhes das etapas do restauro. Quem explicou tudo pra gente. sobre o processo, foi a Rosângela Reis Costa, a restauradora e coordenadora do projeto de restauro.  Leonina, apaixonada pelo que faz, o olho até brilha contando sobre as camadas de tinta que descobriu na obra!

Independente da sua crença, Aleijadinho é um importante artista, principalmente para nós mineiros, e ter a oportunidade de ver de perto um trabalho tão importante e ainda assistir o Grupo Oficina de Restauro (com acompanhamento do IPHAN), restaurando as obras, é um privilégio. Também aprendi sobre o artista com curador da exposição, o historiador Liszt Vianna Neto.

Quero agradecer a Casa Fiat de Cultura pela oportunidade!

Mostra Aleijadinho, a arte revelada: o legado de um restauro
Hall da Casa Fiat de Cultura
São Manuel
Close de São Manuel
São Joaquim
Sant’Ana Mestra

É a partir do dia 3 de novembro que as visitas mediadas começam, pelo Programa Educativo ao ateliê-vitrine instalado no hall da Casa Fiat de Cultura. Além disso, pelas redes sociais, será possível acompanhar a websérie “A Arte do Restauro”, que vai apresentar o making of de todo o processo e aspectos da vida e da obra de Aleijadinho. No dia 2 de dezembro, será inaugurada a mostra que revela as obras de São Joaquim e São Manuel já restauradas, enquanto Sant’Ana continua em processo de restauro, ao vivo.

Fernão Silveira da Casa Fiat, Rosângela Reis Costa e Liszt Vianna Neto.

Anotaí:

  • Ateliê-vitrine de restauro ao vivo: 3 a 30 de novembro de 2021 / Período expositivo de obras restauradas: 2 de dezembro de 2021 a 2 de janeiro de 2022
  • Visitas presenciais mediadas em novembro: de quarta a sexta-feira, das 14h às 15h e das 17h às 18h / Sábados (6/11 e 27/11), das 10h30 às 11h30 / Inscrições gratuitas pela Sympla
  • Websérie “A Arte do Restauro”: os processos do restauro vivo serão contados em oito vídeos, divididos em três atos: passado, presente e futuro. Novos episódios nos dias: 8, 15, 22 e 29 de novembro; e 6, 13, 20 e 27 de dezembro, nas redes sociais da Casa Fiat de Cultura

Onde? Na Casa Fiat de Cultura, na Praça da Liberdade, 10.

Um beijo

bhdicas

Posts Recentes

As árvores de Belo Horizonte

No episódio dessa semana Felipe Martins e Virgínia Sasdelli conversam com Lucas Assis sobre as…

1 de dezembro de 2021

Vinho para acompanhar bons momentos

Estamos montando a arvore de natal aqui em casa. Esse ano, quem acompanhou o momento…

30 de novembro de 2021

Projeto faz homenagem as Mercearias de Belo Horizonte

“Mercearias de Beagá – Circuito Histórico” tem Jornalista Nenel Neto como curador, realização Le Petit,…

28 de novembro de 2021

Thank you for trying AMP!

We have no ad to show to you!