BH DICAS

Borracharia Gastrobar

  • Avatar
  • por em 16 de novembro de 2015

Borracharia Gastrobar

Novidade: a Borracharia Gastropub , está de nome novo, de carta de drinks nova (em parceria com a Cachaçaria Spiral), e ainda convidou o Bhdicas para experimentar algumas novidades do cardápio, feitas pelo Chef Jaime Solares, que harmonizaram muito bem com os novos drinks. Repare nos nomes escolhidos para os drinks, que quem é de Minas, vai entender muito bem. Achei muito diferente, além de ser mais uma forma de valorizar nossas mineirices. O ambiente do bar é diferente de tudo, fica atrás de um posto de gasolina e vale a pena conhecer. Sempre indico as visitas da nossa cidade. Ótimo custo-benefício, com qualidade máxima.

Confesso: nunca tinha colocado um “polvinho” na boca. Dizem por aí, que normalmente eles parecem um chiclete e tem textura “preguenta”. Ainda não tive essa experiência, porque o que provei na Borrocharia: espetinho de polvo no vinagret, achei gostoso. Minha experiencia não bateu com o que dizem por aí. Dá uma aflição na hora de mastigar aquelas bolinhas, mas é frescura minha. Achei bom e me surpreendi. Esse prato foi harmonizado com o drink, Loira do Bonfim – cachaça spiral, xarope de morango, maracujá e bitter.

Outra surpresa maravilhosa da noite foi o Crocante de pé de porco com baru . Esse prato foi servido no Diñer des Grands Chefs mês passado lá no Hotel Copacabana Palace, no Rio de Janeiro. Achei muito chic e me senti especial, além de ter achado o prato muito gostoso. Eu, não sou apreciadora de pés de porco. Nunca saí para nenhum lugar e escolhi isso no cardápio. Acho que foi por esse motivo, que fiquei tão surpresa. O gosto não tem nada a ver com a fantasia que a minha cabeça criou, quando eu pensava em pé de porco. Esse estava delicioso. O prato foi harmonizado com o drink, Pneuzinholimão taiti, hortelã, xarope simples e cachaça spiral.

Teve ainda, lombo na fumaça com cebola marinada , que foi harmonizado com odrink, Capeta do vilarinhocachaça spiral, limao capeta, triple sec e xarope simples e aneto. Esse foi o meu drink preferido. Leve e refrescante. E o filezinho curado com taioba e tomatinho, que também estava muito saboroso. Apimentadinho e com a carne suculenta, bem macia. Quem não gosta muito de carne mal passada, sugiro avisar na hora do pedido para passar um pouco mais. Esse prato foi harmonizado com o drinkMaria Papudauva, manjericão, xarope simples e bitter com cachaça spiral.

Para fechar a noite e matar a gente de alegria, chegou o Mexidão do Borracheiro com caipirinha tradicional. Mineirice pura. Uma delícia, muito bem servido, com os ovos no ponto que me agrada. A pedida desse é sem erro. Dá uma olhada nas fotos. Vai dar fome.

A Cachaçaria Spiral possui a mais moderna destilaria de cachaça artesanal doBrasil: Destom. Com capacidade de produção de aproximadamente 700.000 garrafas (350.000 litros), a empresa é modelo de sustentabilidade ambiental. A Destom foi criada para a produção de cachaças especiais, unindo a tradição da produção em alambiques de cobre com avançados processos de destilação e pós-destilação. Sua estrutura está sediada na zona rural da cidade de Faria Lemos, na Zona da Mata mineira, e a gente pode visitar. Conta com um espaço de visitação com capacidade de 50 pessoas por dia, onde são oferecidos café da manha de recepção, almoço com comidas típicas mineiras e café da tarde com os produtos da região. Neste espaço também é possível adquirir produtos da região e as cachaças produzidas por esta. Para aqueles que desejam permanecer por mais tempo, há opção de hospedagem na cidade vizinha de Pedra Dourada. Em 2016 será construído um resort para atender melhor ainda os visitantes, com super infra-estrutura.

Onde é: Av. Afonso Pena, 4321, esquina com Rua Bambuí (dentro do posto Ipiranga), na Serra.  Quando ir: qua a sex das 18:00 as 0:00 hrs / Sáb das 12:00 à 0:00 hrs. Pra ligar lá: (031) 2127-4321. Estacionamento não tem, mas é tranquilo achar uma vaga por lá.

[metaslider id=6896]

Créditos das fotos e video: bhdicas

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

All Comments