Fica a dica

No clima do Festival Internacional de Quadrinhos

No mês de julho, a Coluna Literária homenageia um dos eventos mais tradicionais da cidade, o Festival Internacional de Quadrinhos de Belo Horizonte – FIQ BH, que transforma a capital mineira em um dos pólos da arte sequencial. Nesta edição será possível ler resenhas de profissionais da área que compartilham suas impressões e livros favoritos.

O evento promove o intercâmbio entre artistas e público, com uma programação gratuita e diversa que vai ao encontro com a política pública de promoção da leitura e da escrita, especialmente na perspectiva cultural que tem como pressuposto a interlocução entre linguagens artísticas. Já anota: dias 3 e 7 de agosto, no Minascentro.

Divulgação / Ascom

Quadrinhos em destaque

A rede de bibliotecas da FMC possui uma média de 20 mil quadrinhos distribuídos nas 22 bibliotecas públicas, com títulos diversos que alcançam público de diferentes idades. A Biblioteca Pública Infantil Juvenil de Belo Horizonte, integrante da rede, conta com a gibiteca Antônio Gobbo, que foi fundada em 1992. Existe ainda a Fanzinoteca Faísca, que fica na Biblioteca do Centro Cultural Usina da Cultura.

Para além do Festival, que acontece a cada dois anos na cidade, a Gibiteca Antônio Gobbo é um ponto permanente da difusão da arte dos quadrinhos e da manutenção de um público especializado, como colecionadores e pesquisadores, que busca em seu acervo os quadrinhos de seu interesse, sendo um local de encontro desse público leitor.

Sobre a Coluna Literária

A Coluna Literária é uma atividade do projeto Promoção da Leitura, da Gerência de Bibliotecas Promoção da Leitura e da Escrita, que integra a Diretoria de Promoção dos Direitos Culturais da Fundação Municipal de Cultura. A iniciativa foi criada com o intuito de aproximar leitores e leitoras da ação de promoção e incentivo à leitura e à escrita realizada pela rede de bibliotecas públicas municipais da FMC.

Rede de Bibliotecas

A Rede de Bibliotecas da Fundação Municipal de Cultura é composta por 22 bibliotecas que atuam de forma integrada, com unidades em todas as regionais da cidade. São 17 bibliotecas instaladas nos Centros Culturais, além das unidades do Centro de Referência da Cultura Popular e Tradicional Lagoa do Nado, do Museu da Moda (MUMO), do Cine Santa Tereza, da Escola Livre de Artes e a Biblioteca Pública Infantil e Juvenil de Belo Horizonte (BPIJ-BH).

Juntas, elas receberam em 2019 e 2020 mais de 18 mil títulos em seu acervo e garantem o acesso gratuito a 46.350 títulos e 115.780 exemplares, entre livros, gibis, folhetos, artigos, dissertações, monografias, teses, periódicos, CD-ROMs, DVDs, catálogos e outros itens.

As bibliotecas encontram-se abertas ao público seguindo os protocolos de prevenção à covid-19 elaborados pela Secretaria Municipal de Cultura e Fundação Municipal de Cultura em diálogo com representantes de diversos espaços. Você pode pesquisar o acervo das bibliotecas e fazer a reserva de livros e publicações através do catálogo on-line no endereço: bibliotecasfmc.pbh.gov.br.

Para mais sobre “Festival Internacional de Quadrinhos de Belo Horizonte – FIQ BH”

Blog do Portal Belo Horizonte

Um beijo!

bhdicas

Posts Recentes

Dia dos pais no Fasano de BH

Hotel Fasano Belo Horizonte apresenta novidades em sua gastronomia e bem estar para o dia…

12 de agosto de 2022

Inscrições abertas para O CURA prevê obra digital

Circuito de Arte urbana lança edital. Convocatória é para selecionar um dos artistas que fará…

12 de agosto de 2022

Ludmila apresenta seu projeto de pagode em BH

Parceria entre NaSala e Box.Bold trazem o show Numanice, de Ludmila para a cidade. A…

11 de agosto de 2022

Thank you for trying AMP!

We have no ad to show to you!