BH DICAS

Santiago: parques, museus e passeios

  • por em 28 de maio de 2019

Ei,

Tudo bem?

Fui passar o ano novo em Santiago, no Chile com meu marido e mais um casal de amigos. Nesse post falo sobre as atrações culturais e tudo que visitei de museu, praça, mercado, etc. Nas próximas semanas tem post sobre Viña del Mar, Valparaíso e sobre a gastronomia. Já viu as dicas?

Minha viagem já começou no centro da cidade. Não, não é a coisa mais linda do mundo, mas acho que vale a pena passar sim. Sugiro deixar para os últimos dias. As primeiras impressões da cidade, pra mim, devem ser as melhores e por isso não recomendo começar pelo centro.

Dá para conhecer a região central em um dia só, saímos 9:30 e as 15:00 já tinhamos conhecido quase tudo. Fomos na Praça da Constituição, vimos a troca da guarda, Catedral Metropolitana, Paseo Bandera, Paseo Arrumada, Praça das Armas, Mercado Central.

Se informe no seu hotel, ou pesquise sobre a troca da guarda. Tem ano que se apresentam em dias pares, tem ano que é dias impares.

Foto: Mercado de Abastos em Santiago | BHDICAS

O Mercado Central tem uma estrutura bonita, mas fiquei muito incomodada com os inúmeros garçons me abordando oferecendo almoço, querendo que a gente sentasse na mesa do restaurante deles.. é bem desagradável. Nao é tipo o nosso mercado de BH, cheio de barracas de frutas, queijos, castanhas, etc. Tem mais restaurantes e barraca de lembrancinhas. Aqui em BH as pessoas oferecem queijos, geléias e cachaça, mas a abordagem é diferente.

Na frente do Mercado Central tem um outro mercado. Nesse sim tem frutas, verduras, peixes, etc. [foto] Chama Mercado de Abastos. Fomos, mais porque já estava lá mesmo… mas não achamos que vale a pena atravessar.

Foto: BH DICAS em Santiago

Visite a Zunino empanadas que fica na lateral de fora do mercado central principal. E experimente as empanadas. Tem a de pino (carne, azeitona, ovo e cebola) e a de queijo (massa folheada). Apesar da de pino ser a mais famosa, eu preferi a de queijo. Seria mineirice? Talvez. Vou falar mais sobre isso no post da gastronomia.

O Museu de Belas Artes só vimos por fora. O Parque Florestal é agradável de andar e acredito que no frio seja ainda mais gostoso de passar um tempo lá. Tem uma sorveteria famosa, chamada La Rosa bem do lado do Parque. Mas, não troco meu Lullo, de jeito nenhum.

Fomos no Centro Cultural Gabriela Mistral mas não entramos. A Exposição que estava no momento, eu e o Hugo já tinhamos visitado em NYC. Mas é bem bonito por fora e na porta acontece tipo uma feirinha com vários universitários vendendo produtos e alimentos. Inclusive veganos.

Foto: Aline e eu <3

Parque Araucano tem tipo um iglu de vidro, com uma choperia embaixo. Eu adorei!!! Foi meu preferido. Estava tão quente que quando encontramos uma fonte com música e crianças brincando na água entramos correndo! Que dia divertido! Recomendo. Na frente, o melhor Shopping. O Shopping Arauco. Vá.

Foto: Quarteto no Templo

Templo Bahá’i: TEM QUE IR.

Eu quase falaria que vale a viagem. A vista é maravilhosa, o templo é silencioso e traz uma tranquilidade pro seu dia. Que sorte poder visitar bem no dia do meu aniversário. Programe para ir no pôr do sol – fique atento aos horários, por exemplo, na época que fui estava anoitecendo por volta de 21:00 hrs. Não paga para entrar e lá é bem afastado. Fomos de uber e ele nos esperou pra voltar.

Foto: Eu e Hugo indo para Cajon Del Maipo

Se o Templo Bahá ‘i não te convenceu, esse passeio a Cajon del Maipo (região) e Embalse Del Yeso (represa) vai te convencer. Que MARAVILHOSO. Gente, vale muito a pena.

Tem várias formas de conhecer, ok? Eu e o Hugo somos da turma do “por favor, nada de perrengue” e por isso contratamos a Central Valley. Peguei indicação com vários amigos e amei!!!! O Maurício fez um atendimento super personalizado pra gente e fomos conhecer esse paraíso com o Ramon. Paramos o carro pertinho da represa, teve pic nic e foi uma delícia.

O passeio dura o dia inteiro. Ele busca a gente no Hotel, na estrada passamos por um Túnel famoso, descemos, atravessamos a pé (rapidinho) fazemos fotos e escutamos a história: um adolescente que estava deprimido e se enforcou na saída do túnel Animita. Os moradores da região fizeram um altar e hoje em dia muita gente presta homenagens, acreditando que ele opera milagres.

Vale a pena se informar sobre as termas. No mesmo passeio tem a opção de visitar as piscinas termais, dizem que é gostoso entrar na água super quente. Não Fomos.

Foto: Cajon Del Maipo

Ainda sobre Cajon Del Maipo, já ouvi falar que alugar um carro e ir por conta, não é muito indicado. Realmente a estrada é estreita, perigosa. Outra coisa, tenha atenção ao período. Dizem que quando está muito frio, pode acontecer deslizamentos de gelo.

Também fomos conhecer as Vinícolas com a Central Valley. Não compramos com todas as degustações incluídas. Optamos por comprar separadamente a taça de vinho para experimentar em cada vinícola.

A primeira foi a Veramonte, tomamos uma taça de Veramonte e Primus. Minha preferida foi a Emiliana. Experimente o Coyam. Muito bom!! Achamos que comprar a garrafa valeu mais a pena do que taça, ok? Programe para ficar mais tempo na Emiliana. É a mais linda!

Na Casas Del Bosque fizemos o tour e a degustação de 4 vinhos por 13.500 pesos. E almoçamos no restaurante Tanino. Cerca de R$200,00 por casal. Depois fomos na Vinã Mar e na Indómita.

Foto: Hugo na Emiliana

Fomos a La Chascona. A casa de Pablo Neruda em Santiago, que ele construiu para encontrar a amante, que apelidou de Chascona (descabelada). Vale a pena ir. Achamos muito legal (até mais que a de Val Paraíso). Tem muitos objetos que ele trouxe de suas viagens pelo mundo, detalhes da sua vida, rotina e tudo muito preservado. Por fora tem grafites. Observe na rua, logo a direita um especial de Pablo Neruda e nas pilastras de frente a casa um poema dele gravado: Pido Silencio.

Cerro San Cristobal. Eu poderia carregar uma lembrança ruim desse Cerro, porque foi lá que escorreguei e rompi 2 ligamentos do pé. Mas, a vida é assim mesmo, encarei com leveza e entendo que tudo acontece por algum motivo. A vista do lugar é linda, fomos de dia mas recomendam no  pôr-do-sol. Suba pelo teleférico no bairro Providência e desça pelo funicular no bairro Bellavista. Cuidado na escada. Tem placa avisando que é escorregadio. Essa é a santinha de lá.

Foto: Cerro San Cristoban

Cerro Santa Lucia tem que subir a pé. Eu já não iria, antes do pé machucado, mas quem foi garante que a vista é bonita. Tem uma feira de artesanatos logo na entrada do Cerro que parecia bacana. Mas se tiver que escolher entre os Cerros, escolha o outro. O casal de amigos que estava com a gente foi, e preferiu o Cerro San Cristóbal.

Foto: parque bicentenário

Parque Bicentenário é bem bonito. Tem um lago, os flamingos, um bom restaurante no Parque, o Mestizo.  Fomos também no Parque de Las Esculturas.

Shopping Costanera é ok. No dia que fui estava muito cheio, e achei as lojas do outro Shopping, melhores. [Se voce gosta de coisinhas de casa,procure a Loja Casa Idéias – tem em Shopping e também no bairro Providência. Comprei miudezas com preço bom.] No Costanera é onde fica o Sky Costanera. O prédio mais alto da América Latina, que também não achamos que vale a pena subir. R$90 por pessoa.

Quais suas expectativas? Me conta!!!

Boa Viagem!!!

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

All Comments